Andréa Gill

Ph.D. em Ciência Política e Pensamento Cultural, Social e Político

Doutora em Ciência Política e Pensamento Cultural, Social e Político pela University of Victoria. Possui graduação em Pensamento Social e Político pela Western University e University of KwaZulu-Natal, e mestrado em Ciência Política pela University of Victoria. Atualmente é professora do Instituto de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Pesquisadora pós-doutora pela Goldsmiths, University of London na Rede Internacional GlobalGRACE (Global Gender and Cultures of Equality). Pesquisadora associada da Unidade do Sul Global para Mediação (GSUM) do Centro de Estudos e Pesquisas BRICS (BRICS Policy Center). Pesquisadora associada do Núcleo Interdisciplinar de Reflexão e Memória Afrodescendente (NIREMA). Pesquisadora-docente de UNIperiferias – Universidade Internacional das Periferias (IMJA), e colaboradora do Observatório de Favelas do Rio de Janeiro. Atua, principalmente, nas seguintes áreas: estudos pós-coloniais e decoloniais; relações de raça, classe, gênero e sexualidade; política urbana; violência e conflito; relações internacionais e globalização; economia política e desenvolvimento; educação; pensamento latino-americano e interpretações do Brasil.

Ensino

Identidade, Alteridade e Resistência no Local e no Global II

Metodologia II

Economia Política Internacional a partir do Sul

Estudos Pós-coloniais

 

Gênero e Sexualidade

Interpretações do Brasil

Laboratório de Métodos Interseccionais

Relações Raciais em Perspectiva Diaspórica

Orientação

Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1. Gabriella Sipaúba Rocha Coelho dos Santos. Os Efeitos da Racionalidade Neoliberal na Saúde Mental das Mulheres Brasileiras Migrantes em Portugal. Início: 2020. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Estudos sobre as Mulheres) – Universidade Nova de Lisboa. (Coorientador).
Tese de doutorado
1. Ananda Vilela da Silva Oliveira. Epistemicídio e a academia de Relações Internacionais. Início: 2020. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).
2. Flávia Belmont. Por que o queer?. Início: 2020. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. (Coorientador).
Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1. Ananda Vilela da Silva Oliveira. Epistemicídio e a academia de Relações Internacionais: o Projeto UNESCO e o pensamento afrodiaspórico sobre o Brasil e seu lugar no mundo. 2019. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Andréa Browning Gill.

Eventos