Em 2017, ingressei no Mestrado Profissional em Análise e Gestão de Políticas Internacionais: Resolução de Conflitos e Cooperação para o Desenvolvimento (MAPI) do Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio sem saber, ao certo, o que iria encontrar. Afinal, vinha de um Bacharelado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e de uma Especialização em Relações Internacionais pelo Clio Internacional/Faculdade Damásio, e o Mestrado, apesar de stricto sensu, era profissional e com um foco inovador no Brasil. Não precisei de muito tempo no curso para ter a certeza de que ingressar nele havia sido a melhor decisão para a minha vida profissional.

Para começar, a coordenação do curso, comandada por Andrea Hoffmann, Carlos Frederico Coelho e Paulo Esteves, é extremamente presente, atenciosa e receptiva a sugestões, algo que chamou minha atenção desde o início, e a Secretaria, liderada pela querida Rosilene Coelho, faz uma ponte mais que necessária entre alunos e coordenação, além de manter os alunos atualizados com os eventos e com as informações mais relevantes. Para melhorar, os professores são excepcionais, muitos deles verdadeiras referências em suas respectivas áreas, e propiciam discussões aprofundadas e transformadoras sobre diversos temas. Além disso, os professores convidados para as disciplinas laboratoriais possuem ampla experiência no mercado e permitem uma importante troca de conhecimento teórico e prático, bem como a realização de networking. Falando nisso…

Desde que entrei no MAPI, já tive a oportunidade de estar em contato com dezenas de professores e de profissionais das mais variadas áreas de relações internacionais, de resolução de conflitos, de ajuda humanitária, de direitos humanos, de meio ambiente e de cooperação para o desenvolvimento. Ademais, participei de diversos seminários, inclusive, fora do Rio de Janeiro, como o “II Seminário Pesquisar China Contemporânea” (Universidade de Campinas), e tive alguns artigos publicados (entre outros que ainda se encontram em processo de análise), como “O Discurso do ‘Rio em Guerra’ e o Impacto da Intervenção Federal no Estado” (Mundo em Transe) e “Limitações Político-Jurídicas da Resposta Internacional a Conflitos no Sistema ONU” (Revista Unifeso – Humanas e Sociais).

Por fim, a cereja do bolo: ao longo desse quase um ano e meio de Mestrado, consegui inserir-me no mercado e tive oportunidades ótimas de crescimento acadêmico e profissional. Após os primeiros seis meses do MAPI, consegui uma bolsa como assistente de pesquisa no Laboratório de Cooperação e Financiamento Internacional para o Desenvolvimento (LACID), coordenado pela excelente Maria Elena Rodriguez, do BRICS Policy Center, onde realizei pesquisa sobre investimentos chineses e energias renováveis e permaneci por quase 10 meses. Durante esse período, atuei, ainda, como pesquisador voluntário da Learning Initiative on Norms, Exploitation and Abuse (LINEA) do Instituto Promundo e como professor voluntário, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), do Curso de Português do Programa de Assistência a Refugiados e a Solicitantes de Refúgio da Cáritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro.

Recentemente, fui contratado como Researcher/Writer da Leaders League, diretório jurídico-financeiro internacional baseado em Paris, com uma equipe altamente competente e que está em franco crescimento no Brasil. Como se isso já não bastasse, após processo seletivo promovido pela PUC-Rio e pela Fudan University, ainda fui agraciado com uma bolsa da universidade chinesa para participar da Shanghai Summer School (BRICS Program) 2018, que ocorrerá entre os dias 12 de julho e 7 de agosto de 2018. Dessa forma, as conquistas e os resultados positivos da minha trajetória desde o ingresso no MAPI falam por si só. De fato, como eu disse logo no início do texto, tornar-me aluno desse Mestrado foi a melhor decisão que eu poderia tomar. Obrigado a todos os envolvidos!

Depoimento de Pedro Henrique Vigné Alvarez de Steenhagen, aluno do MAPI.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2020 MAPI - IRI | PUC Rio
Top
Siga-nos: