Intercâmbio Internacional

Mestrado Colaborativo: MAPI x The Graduate Institute Geneva

O mestrado colaborativo terá, no total, duração de três anos, sendo o primeiro ano cursado no MAPI e o segundo e o terceiro ano cursados no The Graduate Institute de Genebra. Alunos(as) egressos da graduação em Relações Internacionais da PUC-Rio que (i) tenham cursado as referidas disciplinas e, (ii) tenham sido aprovados(as) no processo seletivo do MAPI poderão concluir o mestrado colaborativo em dois anos.

A dissertação será orientada conjuntamente por um(a) professor(a) do Graduate Institute e um(a) professor(a) do MAPI. No final do último ano, a dissertação deverá ser apresentada a uma banca organizada pelas duas instituições – à distância.

Ao final do mestrado colaborativo, tendo cumprido os créditos e tendo sua dissertação aprovada, o(a) aluno(a) receberá o diploma do MAPI e do Graduate Institute de Genebra.

Edital Mestrado Colaborativo

Master in International Studies – George Washington University

O MAPI oferece aos seus alunos(as) a oportunidade de obter um segundo diploma (Master in International Studies) na Elliott School of International Affairs (ESIA), da George Washington University (GWU).
A estrutura curricular do MIS é interdisciplinar e proporciona aos alunos(as) uma análise aprofundada das questões econômicas, políticas, científicas e culturais no âmbito internacional, fundamental para atuação em carreiras globais nos setores público, privado e sem fins lucrativos.
Os participantes do programa poderão aproveitar até nove créditos cursados no MAPI e terão ao seu dispor todas as facilidades oferecidas pela GWU, como uso da biblioteca e materiais bibliográficos, laboratórios de informática, centros médicos e esportivos, entre outros.
Ao final do programa, os(as) alunos(as) receberão diploma de mestrado em estudos internacionais pela Elliott School of International Affairs (ESIA) / George Washington University (GWU).
O MIS Program está entre os dez melhores programas de intercâmbio internacional dos Estados Unidos, de acordo com o relatório produzido e divulgado pela revista Foreign Affairs.