O Mestrado:

O Mestrado Profissional em Análise e Gestão de Políticas Internacionais: Resolução de Conflitos e Cooperação para o Desenvolvimento (MAPI) é um programa de Pós-Graduação Stricto Sensu criado para capacitar os seus alunos para o exercício profissional na área de Relações Internacionais. O Mestrado Profissional diferencia-se do Mestrado Acadêmico, por sua ênfase no desenvolvimento de habilidades e competências que preparem os alunos para o mercado de trabalho. Seu currículo combina fundamentos conceituais e habilidades analíticas à prática profissional. O MAPI é um programa em tempo parcial, permitindo a inserção no mercado de trabalho de seus alunos. O corpo docente combina sólida excelência acadêmica à experiência e liderança no mercado profissional.

Duração: 02 anos
Turno: Noite
Horário: Segunda à Sexta de 18:30 às 22:45 e Sábados de 9:00 às 13:00
O Programa oferecerá disciplinas de segunda a sábado e caberá ao aluno a montagem da sua grade com a Coordenação.

A quem se destina?

Profissionais que atuam ou pretendem atuar nas áreas de Resolução de Conflitos, Direitos Humanos, Proteção Humanitária, Cooperação para o Desenvolvimento, Comércio Internacional.

Egressos dos cursos de Ciências Humanas e Sociais que desejem atuar nas áreas de Resolução de Conflitos, Direitos Humanos, Proteção Humanitária, Cooperação para o Desenvolvimento, Comércio Internacional.

Áreas de Concentração com suas respectivas linhas de atuação:

Cooperação Internacional para o Desenvolvimento:

A área de concentração Cooperação Internacional para o Desenvolvimento tem como objeto de estudo e eixo de formação as diferentes modalidades de promoção do desenvolvimento internacional (Ajuda Oficial ao Desenvolvimento, Cooperação Sul-Sul, Parcerias Público-Privado e Mecanismos de Mercado), bem como o papel do comércio internacional e dos investimentos externos na formulação e execução de políticas de desenvolvimento. Essa área de concentração estrutura-se em torno de duas linhas de atuação destinadas ao estudo e à formação profissional nos campos (i) dos atores e modalidades de cooperação internacional para o desenvolvimento e, (ii) do comércio internacional e investimento direto externo.

Atores e modalidades de cooperação internacional para o desenvolvimento:

Essa área de concentração reúne projetos de pesquisa e disciplinas de formação profissional que têm como objeto os principais atores da Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (agências bilaterais e multilaterais, o Grupo de Desenvolvimento da ONU, as ONGs internacionais, novos atores como fundos verticais, doadores emergentes e fundações privadas, e o setor privado) e as diferentes modalidades de financiamento e execução na Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (projetos e programas, apoio direto ao orçamento, perdão da dívida, cooperação técnica, bens públicos globais). O processo de negociação, as perspectivas de implementação e os programas destinados à realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável também serão objeto dessa área de concentração.

Comércio, Investimento e Desenvolvimento:

Essa área de concentração reúne projetos e disciplinas que tratam do lugar e do impacto do comércio internacional e dos investimentos internacionais nas políticas de desenvolvimento. A área de concentração incluirá temas relativos às novas abordagens sobre desenvolvimento em economias emergentes como a relação entre crescimento, desigualdade, pobreza e desenvolvimento e incluirá a análise comparada de instrumentos como tarifas, subsídios, quotas, condicionalidades, regulação de investimentos diretos, mobilidade do capital, fundos soberanos, entre outros. As especificidades do papel do estado em economias emergentes serão, igualmente, objeto de foco privilegiado desta área de concentração.

Resolução de Conflitos Internacionais:

A área de concentração Resolução de Conflitos Internacionais tem como objeto de estudo e eixo de formação os conflitos internacionais, em seus variados tipos e manifestações, e as diferentes formas de prevenção, resolução e transformação de conflitos intratáveis. Como área de estudos e de atuação profissional a resolução de conflitos internacionais vem ganhando sistematicidade e consistência desde a década de 1960, quando acadêmicos e profissionais da área passaram a produzir estudos análises mais sistemáticas e estudos mais aprofundados a respeito da intervenção de terceiras partes em conflitos e disputas internacionais. Essa área de concentração estrutura-se em torno de duas linhas de atuação destinadas ao estudo e à formação profissional nos campos (i) da negociação internacional e mediação de conflitos e, (ii) da proteção humanitária e promoção dos direitos humanos.

Negociação internacional e mediação de conflitos:

Essa área de concentração reúne projetos de pesquisa e disciplinas de formação profissional que têm como objeto atividades de intermediação conduzidas por terceiras partes com a intenção de contribuir para a produção de acordos sobre as questões em disputa por partes litigantes, ou, ao menos, por fim a comportamentos hostis e destrutivos.

Proteção humanitária e promoção dos direitos humanos:

Essa área de concentração reúne projetos de pesquisa e disciplinas de formação profissional que têm como objeto as práticas de proteção de grupos e populações vitimadas em conflitos violentos bem como as políticas de promoção e garantia dos direitos humanos.