O aluno do Mestrado Profissional desenvolverá em pequenos grupos, 3 a 5 membros, ao longo do último semestre, um projeto que responda à demandas de organizações, governos, empresas ou fundações parceiras que atuam nas diferentes linhas do MAPI: Cooperação Internacional para o Desenvolvimento e Cooperação Sul Sul; Comércio Internacional e Investimento Direto Externo;Resolução de Conflitos; e Mediação Direitos Humanos e Proteção Humanitária. Cada projeto terá um supervisor da organização e um orientador entre os professores do IRI para aconselhar e monitorar o trabalho. No fim, o grupo apresentará o resultado do seu trabalho à organização cuja avaliação contribuirá para o julgamento final do trabalho.

Os benefícios para os alunos incluem:

  •  Melhorar as capacidades de auto-organização e de trabalho em equipe para planejamento e execução de projetos de políticas internacionais;

  • Reforçar as capacidades de análise de políticas internacionais aplicando conceitos teóricos a situações e problemas reais, através de revisão da literatura, desenho de quadros metodológicos, coleta e análise de dados, formulação de recomendações, etc.

  • Melhorar as capacidades de escritura de documentos de políticas internacionais, usando dados empíricos para apresentar soluções concretas a problemas de políticas internacionais, para um público de técnicos e tomadores de decisão.

Seminário de prática profissional: identifica os obstáculos, potencialidades do exercício profissional nesta área; oportunidades para discutir temas relativos à Resolução de Conflitos Internacionais e Cooperação Internacional para o desenvolvimento.

Laboratório de Desenvolvimento profissional: um espaço para formação profissional através do desenvolvimento de habilidades e competências necessárias à atuação nas áreas de resolução de conflitos e cooperação para o desenvolvimento. Com vistas à potencialização das atividades de formação profissional tais disciplinas serão ofertadas em articulação com o BRICS Policy Center.