Notícias

01/08/2019

Capitalismo, indigeneidade e crise do antropoceno: uma reflexão pós colonial

O Instituto de Relações Internacionais PUC-Rio realizou a Aula Inaugural do primeiro semestre de 2019 com o tema "Capitalism and Indigeneity in the Anthropocene: postcolonial reflections", ministrada pelo professor Sankaran Krishna (University of Hawaii), em 8 de abril de 2019.


Entre os tópicos abordados, Krishna propôs uma reflexão sobre como cada vez mais, torna-se evidente que nosso sistema econômico dominante (capitalismo) é incompatível com nossa contínua sobrevivência neste planeta como espécie. A partir de uma perspectiva pós-colonial, pensar 1492 como marca do início de uma trajetória de modernização e desenvolvimento que tem envolvido terríveis custos para populações indígenas, classes subalternas e modos de vida não-eurocêntricos. Em meio a uma crise do antropoceno, segue o professor, estaríamos testemunhando, em todo o mundo, uma corrente de nacionalismos baseados em ideologias de darwinismo social - da Índia e Turquia ao Brasil e aos Estados Unidos.

Nesse sentido, a aula inaugural debateu como se pensa e age politicamente em tempos de crise existencial em escala planetária e refletiusobre o que o pensamento pós-colonial tem a oferecer a esse respeito.

Sankaran Krishna é nascido na Índia, se graduou em Química na Loyola College e completou seu Mestrado na Universidade de Jawaharlal Nehru, em Delhi. Em 1983, Krishna se mudou para os Estados Unidos, onde fez seu doutorado em Ciências Políticas na Universidade de Syracuse, em Nova York. Em 1990 ele entrou para a Universidade do Hawaii em Manoa, onde trabalha até hoje. Seu trabalho tem como foco o nacionalismo, a identidade e conflitos étnicos, identidade política e estudos pós-coloniais, principalmente nas áreas da Índia e o Sri Lanka. Tanto em suas turmas de graduação quanto em suas turmas de pós-graduação, suas aulas emergem de sua pesquisa em andamento estando, atualmente, relacionadas com neoliberalismo, desigualdade global, pós colonialismo, desenvolvimento econômico em países de terceiro mundo, raça, racismo e sistema.

 

 

voltar