Sala de imprensa

12/11/2019

"Sob liderança de Bolsonaro, Brasil recebe cúpula do BRICS reduzida e ofuscada por instabilidade no continente"

A professor Paulo Esteves, diretor do BRICS Policy Center, comentou, em entrevista à BBC News Brasil, os acontecimentos da Cúpula dos BRICS. A reunião realizada no início de Novembro foi a primeira desde 2013 a não contar com um encontro ampliado copm representantes de Estados de fora do grupo. Segundo Esteves, os desdobramentos da política externa brasileira durante o governo Bolsonaro tornam a própria realização da Cúpula, mesmo que reduzida, um sucesso.

"Considerando toda a instabilidade da região (sul-americana) e as próprias transformações da política externa brasileira, essa é uma cúpula que, no final das contas, faz uma ponte entre a África do Sul (sede da cúpula anterior) e a Rússia (sede do encontro de 2020). O mais importante provavelmente para os integrantes do BRICS, para além do Brasil, é a manutenção do próprio grupo", afirmou o professor.

"Sob liderança de Bolsonaro, Brasil recebe cúpula do Brics reduzida e ofuscada por instabilidade no continente", matéria publicada na BBC News Brasil em 12 de Novembro de 2019 

 

voltar