Maíra Siman Gomes

Doutora em Relações Internacionais

Possui graduação em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2006), graduação em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005) e mestrado em International Studies (com ênfase em Ciênca Política) no Graduate Institute of International and Development Studies, Genebra, Suíça (2008). Doutora em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Professora Adjunta no Instituto de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (IRI /PUC-Rio). Possui experiência docente na área de Resolução de Conflitos; Estudos Críticos de Segurança, Operações de Paz, Análise de Política Externa; História das Relações Internacionais. É Bolsista Jovem Cientista do Nosso Estado da FAPERJ e Bolsista Produtividade do CNPq. Pesquisadora da “Unidade do Sul Global para Mediação” (GSUM), pertencente ao Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio. Suas áreas de interesse e pesquisa são: Estudos de Paz e Conflitos; Estudos Críticos de Segurança, Operações de Paz; Análise de Política Externa e Política Externa Brasileira.

Orientação

Dissertação de mestrado

1. Caio Saad. Colonialismo, “missão civilizatória” e suas representações: o caso do Congo Belga. Início: 2020. Dissertação (Mestrado profissional em Análise e Gestão de Políticas Internacionais: Resolução de Conflitos e Coop) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. (Orientador).
2. Victoria Figueiredo Machado. Braço Forte, Mão Amiga: A Operação Acolhida como laboratório de “política externa” para uma nação brasileira. Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado em Política Internacional) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).
3. Lucas Manuel. Ascensão e queda da imagem de um Brasil ambientalmente responsável: uma análise à luz do arcabouço da diplomacia publica. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Política Internacional) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. (Orientador).
4. Luísa Medeiros. As reformas administrativas no Ministério das Relações Exteriores do Brasil e a política externa brasileira. Início: 2015. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Política Internacional) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).
Tese de doutorado
1. Gabriel Fernandes Caetano. Visualidade, Verticalidade e Virtualidade na política externa norte-americana: os EUA como uma “drone nation”. Início: 2019. Tese (Doutorado em Doutorado em Política Internacional) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).
2. Victória Monteiro da Silva Santos. Wars on crime, war crimes: expertise on “criminal violence” and the (re)ordering of violent practices. Início: 2017. Tese (Doutorado em Doutorado em Política Internacional) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. (Orientador).

Contato midiático

Estudos de Paz e Conflitos; Estudos Críticos de Segurança, Operações de Paz; Análise de Política Externa e Política Externa Brasileira.

Eventos