Graduação

A Graduação em Relações Internacionais (RI) da PUC foi criada em 2003 e reflete a experiência acumulada pelo instituto, durante 30 anos, em pesquisa e ensino de pós-graduação.

O projeto pedagógico da graduação combina três dimensões:

  • articulação entre teoria, metodologia e prática profissional;
  • flexibilidade curricular;
  • especialização para a prática profissional no campo das RI.

A estrutura do currículo oferece uma sólida formação nas áreas fundamentais da disciplina de Relações Internacionais; uma ampla gama de matérias optativas em temas básicos e avançados, bem como cursos sobre a política e a economia de diversas regiões. Desta forma, os alunos podem desenvolver percursos de aprendizado aprofundando-se em áreas como Cooperação Internacional e Desenvolvimento, Comércio Internacional, Conflitos Internacionais e Pesquisa Científica.

Pesquisa e Estágio

Ao longo da graduação, os alunos têm diversas oportunidades para o aprofundamento de seus conhecimentos no campo das Relações Internacionais, bem como para o desenvolvimento de habilidades relacionadas à pesquisa científica, à gestão de projetos e à prática profissional.

Saiba mais sobre alguns dos programas e oportunidades que você poderá encontrar no IRI.

Monitores são alunos de graduação da Universidade contratados como estagiários para desenvolver atividades auxiliares de ensino e pesquisa, sob a supervisão direta de um professor da Universidade. As oportunidades de monitoria em disciplinas da graduação são divulgadas no início do semestre letivo.

O Programa Institucional de Iniciação Científica do CNPq é um programa do CNPq que visa despertar vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação, através de sua participação em projetos de pesquisa.

De acordo com as diretrizes do CNPq, o PIBIC deve ser encarado como um incentivo e uma preparação para o ingresso na pós-graduação. Neste sentido, deve ser distinguido de outros tipos de estágios e trabalhos, que têm sua tônica na formação profissional.

Mais informações podem ser obtidas no site do PIBIC.

O PET é um programa financiado pela Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESu) cujo objetivo é promover a formação ampla e de qualidade dos alunos de graduação que o integram, de modo a estimular a melhoria do ensino de graduação e oferecer uma formação acadêmica de excelente nível, que qualifique seus participantes para atuação acadêmica e/ou profissional futuras.

Para tanto, os integrantes do PET desenvolvem, individual e coletivamente, um conjunto de atividades de estudo, pesquisa e exposição de conteúdos científicos. A dedicação a tais atividades é financiada pelo recebimento de uma bolsa mensal, cujo valor atual é de R$ 400,00 (quatrocentos reais), enquanto o bolsista permanecer no Programa.

O PET/IRI, intitulado 'BRASIL GLOBAL': DESAFIOS DA INSERÇÃO INTERNACIONAL BRASILEIRA EM UM MUNDO EM TRANSFORMAÇÃO, tem como objetivo formar alunos com capacidade crítica para análise de temas e problemas centrais ao processo de inserção internacional do Brasil. Visa contribuir para implementação e consolidação de novos métodos de ensino e aprendizagem vinculados ao programa de desenvolvimento curricular do IRI. Serão desenvolvidas atividades de ensino, pesquisa e extensão nos eixos prioritários: a) Instituições e Governança – participação brasileira na nova arquitetura do sistema internacional, 2) Desenvolvimento e Cooperação – agenda de desenvolvimento internacional brasileira, sobretudo, nas estratégias de cooperação Sul-Sul e 3) Plataforma de Direitos e Temas Sociais – ênfase para posição brasileira sobre direitos humanos, direito humanitário e temática migratória.

A formação pedagógica dos bolsistas está estruturada em atividades de formação básica, realização de pesquisas, monitorias e grupos de orientação, atividades profissionalizantes com especialistas, divulgação de produtos desenvolvidos pelos bolsistas. Espera-se que o grupo articule espaço de produção coletiva, assegurando capacitação que garanta melhor aproveitamento do currículo por parte dos bolsistas e dos alunos agregados, além de fomentar a elaboração de recursos e produtos relativos a temas centrais da agenda internacional brasileira para consulta do público acadêmico e não acadêmico.

Para informações sobre o programa e contato - www.pet-iri.com.

Os professores do IRI desenvolvem uma série de projetos de pesquisa que contam com bolsas de iniciação científica e de apoio técnico. A seleção dos bolsistas acontece ao longo de todo o ano acadêmico e as bolsas têm, normalmente, duração de um ano, podendo ser renovadas por igual período.

AAAAA

Futuros Estudantes

O Perfil do Profissional Formado pela PUC-Rio

O aluno do Curso de Relações Internacionais adquirirá conhecimentos e habilidades que lhe permitirão articular informações e conhecimentos adquiridos para compreender o funcionamento e a dinâmica do sistema internacional contemporâneo; analisar problemas que afetam o equilíbrio das relações internacionais, e refletir, criticamente, sobre suas implicações éticas; aplicar seus conhecimentos no debate e na formulação de políticas públicas relativas à inserção internacional do país; aplicar seus conhecimentos na elaboração de estratégias internacionais de agentes privados; contribuir para e realizar estudos e pesquisas nas diferentes áreas das relações internacionais; articular o conhecimento adquirido com outras áreas das ciências sociais e humanas. Desta forma, o curso se propõe oferecer tanto uma formação humanística comprometida com a busca do bem comum quanto capacitar profissionalmente o aluno para conquistar espaços em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo e diversificado.

Qual o mercado de trabalho para o profissional de Relações Internacionais?

O curso quer formar profissionais qualificados para atuar nas diversas áreas do mercado de trabalho em que o conhecimento dessa matéria é cada vez mais importante para o desenvolvimento de uma variada gama de atividades profissionais. O graduado em Relações Internacionais estará habilitado a trabalhar em instituições internacionais, empresas privadas, empresas de comunicação (imprensa), agências governamentais, organizações não-governamentais, empresas de consultoria e instituições financeiras nacionais e internacionais que, dia-a-dia, aumentam sua demanda por profissionais capazes de analisar as relações econômicas, políticas e jurídicas entre os Estados. Da mesma forma, tem crescido a oferta de trabalhos de assessoria sobre questões internacionais a ministérios, partidos políticos, governos estaduais e locais, sindicatos e outras entidades. Além disso, o curso oferece uma qualificação excelente para candidatos ao concurso público de ingresso na carreira diplomática, considerado extremamente competitivo.

Pesquisa de Alunos Egressos – 2016

Em 2016, o Instituto de Relações Internacionais (IRI) realizou uma pesquisa com todos os seus alunos egressos (2006-2016). O questionário buscou mapear suas trajetórias após a Graduação, com informações como a inserção dos alunos no mercado de trabalho por setor, posição dentro da instituição, faixa salarial e conhecimentos mobilizados na rotina de trabalho. A pesquisa identifica, ainda, as impressões dos egressos acerca da grade curricular do curso de Relações Internacionais oferecido pelo IRI, bem como as áreas em que tais alunos buscaram um aperfeiçoamento de seus estudos uma vez concluída a Graduação. A pesquisa tem fundamental importância para o aprimoramento do ensino no Instituto, em especial no que diz respeito à formação de seus alunos e à incorporação destes ao mercado de trabalho. Os resultados da pesquisa de 2016 podem ser acessados aqui.

Grupos de alunos

Depoimentos